domingo, 29 de agosto de 2010

Teoricamente apaixonada


Namorar é chato! Adoro me apaixonar. E estou apaixonada. Adoro sentir frio na barriga assim que aquele cara aparece e adoro aquele nervosismo de quando ele está vindo para perto de mim.

No entanto, prefiro os amores platônicos. Admiro o suspense que este sentimento nos causa. É incrível o fato de você se matar de felicidade por dentro só porque o divino ser encostou por um milésimo de segundo em seu ombro. ELE SÓ ENCOSTOU NO OMBRO e nem foi para falar com você, mas nós ficamos bestas do mesmo jeito.

É cômico termos plena consciência de que o dito cujo não dá a mínima para a sua presença ali, embora muitas vezes nós perdemos a consciência por imaginar que ele só está te olhando porque te condena por ser sentimentalmente submissa de sua imagem. Oh, céus!

Eu tenho uma teoria de que o melhor do namoro é a conquista. Primeiro, que você faz de tudo para a pessoa perceber a sua existência. E outra, você não a tem com você, mas já mentaliza como as coisas aconteceriam. No meu caso, gosto de romantizar a realidade e pensar em como seria a presença dele em minha vida. No que este relacionamento poderia influenciar psicológicamente? Sério, isto me conforta.

Apesar de a primeira coisa que me vem à cabeça quando alguém me pede em namoro é: "será que ele sabe fazer macarrão italiano e vai gostar de deitar comigo para falar sobre coisas divertidas?" Óbvio, eu gosto do namoro além disto, mas gosto de pessoas imprevisíveis assim como eu. Acho os pensamentos mirabolantes e não-óbvios fascinantes e o que me causa repulsa é o sentimento de comodismo que os namoros me passam. Já os amores platônicos oscilam de tal maneira que me frustram. It's nice and I like it.

2 comentários:

Douglas John Paul Gallagher disse...

Concordo com vc q a conquista eh a parte "mais melhor de bão" de um namoro.

Normalmente quando me apaixono, procuro não fazer nada até esse sentimento se amenizar ou passar, porque nesse estágio é quando as pessoas mais tendem a ver as coisas como elas não são.

vainard disse...

RAFAEL FLORES AKI

vc tocou em um tema interessante... AMOR PLATONICO, sabe oq é de vdd?
rs
agnt conversa sobre isso um dia desses... a idéia é mto mais interessante que o convencional...
Mas gostei do que vc falou sobre deitar e conversar... legal saber q tem gnt q ainda gosta de conversas sobre assuntos pouco convencionais... bjao Cal