segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Banho com som alto e luz baixa. Mui Bueno!

Acabei de voltar do banho num banheiro escuro ao som dos Smiths. Será que teria coisa melhor? Não, não acabou a luz de casa. Eu gosto de tomar banho na penumbra e com o som ligado no último mesmo. É instigante, apenas de ser assustador. Eu viciei em banhos, porque agora minha mãe comprou um cachorrinho da Imaginarium que tem o volume máximo muito máximo e não precisa de pilha. É incrível!


Bem, Faz um tempo que eu não posto aqui no blog, mas estou preparando posts bem legais sobre um cotidiano meio distorcido do qual somente a minha pessoa tem o privilégio de enxergar. Sim, tem coisas bem interessantes. Um post sobre o ano de 2010 INTEIRO (yes, contarei tudo o que aconteceu que talvez você que está lendo agora não soube ou nem queira saber, mas vou contar assim mesmo). Vários posts sobre a continuação da crônica verídica de "A Vidente do Amor" e otras cositas más.



É, só para constar, além do vício em banhos com som e penumbra, estou com um vício besta em jogar UNO... oO

2 comentários:

enD disse...

Oi irbã querida!

Olha só que ótimo esse musicão, veio na hora certa! Bem na época que estou saindo de casa... vai dar pra aumentar bastante o volume para abafar o som do seu choro de saudades de mim!

Um beeeeeijo

Carolina Cruz disse...

Aow! Como você é besta! Mas eu admitido em rede nacional quer não vai abafar meu choro por este motivo, porque ele já abafou. =(

Será que tem geladeira lá no pensionato na dona Zefa? Daí você pode limpar e rezar o mantra "tô tisti, tô tisti, tô tisti..."

Tipo, eu estou te respondendo no meu próprio campo de comentário, né? #infortunia.